Fiat assumiu o controle da marca Abarth em 2007

Publicado em:2024-03-18 00:30

Fiat assumiu o controle da marca Abarth em 2007

Antecedentes

A marca Abarth foi reestruturada como uma unidade independente em 1 de fevereiro de 2007, com o lançamento da empresa atual, Abarth & C. S.p.A., sob o controle total do Grupo Fiat Automóveis S.p.A., uma subsidiária da Fiat S.p.A. responsável pela produção e venda de automóveis de passeio leves e veículos comerciais leves. A Abarth, apesar de ter um nome diferente, o Abarth 500 é praticamente o mesmo carro do Fiat 500. A Abarth é uma empresa de tuning que recebe o Fiat 500, sobrepuja vários componentes-chave, como a suspensão e o motor, e o vende como um modelo de alto desempenho.

O que aconteceu em 2007?

Em 1 de fevereiro de 2007, a Abarth foi reestabelecida como uma unidade independente após o lançamento da empresa atual, Abarth & C. S.p.A., controlada em 100% pelo Gruppo Fiat Automobiles S.p.A., a subsidiária da Fiat S.p.A. que cuida da produção e venda de automóveis de passeio e veículos comerciais leves. A Abarth, apesar de ter um nome diferente, o Abarth 500 é praticamente o mesmo carro. A Abarth é uma empresa de tuning que recebe o Fiat 500, sobrepuja vários componentes-chave, como a suspensão e o motor, e o vende como um modelo de alto desempenho.

Impacto

A assunção do controle da Abarth pelo Grupo Fiat resultou em melhorias significativas no desempenho do Fiat 500, já que a Abarth é uma empresa de tuning que melhora os componentes-chave do Fiat 500, como a suspensão e o motor, vendendo-os como um modelo de alto desempenho. Isso permitiu que a Fiat competisse em um novo segmento de mercado e alcançasse novos clientes, ampliando sua participação de mercado e aumentando sua receita.

Considerações futuras

Quando se trata de selecionar entre o Abarth 500 e o Fiat 500, é importante considerar fatores como custos operacionais, preferência pessoal e necessidades de desempenho. Embora o Abarth 500 tenha um desempenho aprimorado em comparação com o Fiat 500, isso vem a um custo maior.

comentarista convidado:Centro Brasileiro de Avaliação de Cassinos Online

Postado por: Apostas on-line

Link para este artigo:https://new.camaraserrinha.ba.gov.br/2640.html